Nau ®

04/04/2011 at 2:35 PM Deixe um comentário

Você já percebeu que sempre me deixa um pouco mais louca com essas histórias de seus sonhos, com esses mergulhos em mares desconhecidos e como, de alguma forma mágica, você acaba por me vincular a cada um dos detalhes? E isso sempre acontece envolto a vozes que embalam meus pensamentos e me levam com você pelas notas tão lindamente escolhidas para que meu coração encontre em suas palavras alguma espécie de porto, de cais, de calma. Aqueles sons que vêm com a brisa e nos deixam perguntando que roteiro é esse, de que filme, de que história tão bem guardada ele saiu. E se eu contar alguma coisa entre parênteses, se esconder por entre os pontos minhas surpresas, deguste-as como aquelas delícias que a gente abandona na hora do mergulho, em alguns oceanos muito profundos, onde o vento traz e leva tanta saudade, tanta vontade desse paladar salgado que emoldura diálogos e molha as pistas que conduzem a novos encontros, indiferente da tela, indeferente das linhas, indiferente de.

Entry filed under: Perplexidades. Tags: .

Quanto defeito junto! Do verbo palavrar ®

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: