Sabor de morangos mofados

11/08/2010 at 2:35 AM 8 comentários

-Amanhã vou embora para Paris.
-Amanhã vou embora para Natal.
-Eu te mando um cartão de lá.
-Eu te mando um cartão de lá.
-No meu cartão vai ter uma pedra suspensa sobre o mar.
-No meu não vai ter pedra, só mar. E uma palmeira debruçada.

(Silêncio)

-Vou tomar chá de ayahuasca e ver você egípcia. Parada do meu lado, olhando de perfil.
-Vou tomar chá de datura e ver você tuaregue. Perdido no deserto, ofuscado pelo sol.
-Vamos nos ver?
-No teu chá. No meu chá.

(Silêncio)

-Quando a noite chegar cedo e a neve cobrir as ruas, ficarei o dia inteiro na cama pensando em dormir com você.
-Quando estiver muito quente, me dará uma moleza de balançar devagarinho na rede pensando em dormir com você.
-Vou te escrever carta e não te mandar.
-Vou tentar recompor teu rosto sem conseguir.
-Vou ver Júpiter e me lembrar de você.
-Vou ver Saturno e me lembrar de você.
-Daqui a vinte anos voltarão a se encontrar.
-O tempo não existe.
-O tempo existe, sim, e devora.
-Vou procurar teu cheiro no corpo de outra mulher. Sem encontrar, porque terei esquecido. Alfazema?
-Alecrim. Quando eu olhar a noite enorme do Equador, pensarei se tudo isso foi um encontro ou uma despedida.
-E que uma palavra ou um gesto, seu ou meu, seria suficiente para modificar nossos roteiros.

(Silêncio)

-Mas não seria natural.
-Natural é as pessoas se encontrarem e se perderem.
-Natural é encontrar. Natural é perder.

-Linhas paralelas se encontram no infinito.
-O infinito não acaba. O infinito é nunca.
-Ou sempre.

(Silêncio)

Caio Fernando Abreu, in Morangos Mofados

Entry filed under: Gente é pra brilhar!. Tags: .

Sexta-feira tem sarau? Tem sim senhor! ® Salve a Casa do Caio Fernando Abreu ®

8 Comentários Add your own

  • 1. Miss  |  11/08/2010 às 4:20 PM

    Nossa, que lindo…

    fiquei até sem palavras.
    Adoro vc, viu, bonita?

    Beijocas

    Responder
    • 2. Marjorie Bier  |  11/08/2010 às 6:26 PM

      Textinho que vai pro sarau, sabia!?

      beijo

      Responder
  • 3. Ítalo Puccini  |  11/08/2010 às 4:54 PM

    ah, o caio.

    puta livro este, né, não?!

    amo sem medidas.

    me deixam tontinho os contos desse livro!

    beijo

    Responder
    • 4. Marjorie Bier  |  11/08/2010 às 6:27 PM

      Sou apaixonada pelos textos dele. Todos!

      beijinhos

      Responder
  • 5. Régis Antônio Coimbra  |  11/08/2010 às 6:36 PM

    Morangos mofados, lisérgicos, tóxicos.

    Isso no teu nariz e orelhas? são pêlos?

    Não, são hifas.

    Responder
    • 6. Marjorie Bier  |  12/08/2010 às 1:04 PM

      Sempre tão sensível, né?!

      Responder
  • 7. Duduardoo  |  12/08/2010 às 1:49 PM

    Rá!
    E vai ficar Mara no sarau…
    Tirei a provinha ontem =P
    hehehehehe

    Show!

    bjo

    Responder
    • 8. Marjorie Bier  |  13/08/2010 às 12:18 PM

      Vai ser lin-do!

      Que bom poder contar com teu apoio.

      Beijo

      Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: