Exercício bobo sobre os meusgostares ®

06/05/2010 at 1:00 PM 20 comentários

Porque toda quinta-feira meu coração fica apertado querendo saber um pouco mais de você. Isso quando as noites não vão se demorando e ficando cada vez mais frias até se estenderem pelas calçadas dessa cidade que até hoje não entendo muito bem. Mas mesmo o frio é uma  das coisas mais gostosas, porque ele vai chegando de mansinho, abrindo as portas pelo tornozelo, subindo a perna, deslizando entre as vértebras, até se derramar na espinha como um flash. Aí ele se esconde bem no fundo, dá uma volta, duas, e depois se instala quase do lado do coração. É como aqueles ventos sempre tão silenciosos que chegam, entram sem a menor cerimônia e se acomodam na sala de espera do corpo em exposição. Separei um cobertor para esses dias tão-tão frios. Na sua estante só tem distância.

Meu tegostarmuito ainda é muito quando eu paro de pensar.

Entry filed under: Perplexidades. Tags: .

Por favor Andarilhos

20 Comentários Add your own

  • 1. Rafael Dreweck  |  06/05/2010 às 1:15 PM

    Tão prosa essa alemoa sempre bossa.

    (sei q tu riu).

    Responder
    • 2. Marjorie Bier  |  06/05/2010 às 1:30 PM

      De desespero, né?!

      =))))

      Lindeza… que saudade!

      Responder
  • 3. Luana  |  06/05/2010 às 1:45 PM

    Eu adorei o grand finalle!!!

    Bjinhos, amada.

    Responder
    • 4. Marjorie Bier  |  06/05/2010 às 1:48 PM

      Louca. Muitomaisquelouca!

      =*

      Responder
  • 5. Marininha  |  06/05/2010 às 2:26 PM

    Na sua estante só tem distância… ai como tu é triste escrevdno isso!!!

    Infeeeerrrno!

    Responder
    • 6. Marjorie Bier  |  07/05/2010 às 12:51 PM

      hahahahahahaha

      Nada! Pura verborragia!

      Beijos

      Responder
  • 7. Clau  |  06/05/2010 às 2:52 PM

    A Marina disse q eu ia achar triste.

    Nem achei.

    Responder
    • 8. Marjorie Bier  |  07/05/2010 às 12:51 PM

      Menos mal, Claudinha!!!

      =***

      Responder
  • 9. Mari  |  06/05/2010 às 4:35 PM

    Sinal de que é automático, inerte – como tudo o que já se instalou na gente.

    beijos

    Responder
    • 10. Marjorie Bier  |  07/05/2010 às 12:52 PM

      Será que é???

      Gostar não é uma coisa automática. Não o meu.

      Beijos

      Responder
  • 11. ℓυηα  |  06/05/2010 às 4:38 PM

    É…o não pensar não ameniza o sentir, mas, de quando em vez, bem que poderia / deveria.

    Beijocas.

    ℓυηα

    Responder
    • 12. Marjorie Bier  |  07/05/2010 às 12:53 PM

      DEVERIA! Mas vai entender esse coração teimoso da gente…

      Beijos, amadinha

      Responder
  • 13. Mara  |  06/05/2010 às 5:42 PM

    dos meus gostares…

    “…você cresceu em mim de um jeito completamente insuspeitado, assim como se você fosse apenas uma semente e eu plantasse você esperando ver uma plantinha qualquer, pequena, rala, uma avenca, talvez samambaia, no máximo uma roseira, é, não estou sendo agressivo não, esperava de você apenas coisas assim, avenca, samambaia, roseira, mas nunca, em nenhum momento essa coisa enorme que me obrigou a abrir todas as janelas, e depois as portas, e pouco a pouco derrubar todas as paredes e arrancar o telhado para que você crescesse livremente”

    Caio Fernando Abreu

    sigo amando-te!!

    Responder
    • 14. Marjorie Bier  |  07/05/2010 às 12:48 PM

      Acho tão linda essa carta para uma avenca partindo…

      Beijo

      Responder
  • 15. Ricardo Valente  |  07/05/2010 às 12:08 AM

    … e é mesmo, teu gostar. O poeta difere, exacerba, por isso fica feliz quando se acalma. Há calmas que vem de fora… outras de dentro.

    Abraçu!

    Responder
    • 16. Marjorie Bier  |  07/05/2010 às 12:49 PM

      O poeta dói. Não sou poeta, mas sou feliz, também, quando acalmo.

      Beijinhos

      Responder
  • 17. renata carneiro  |  07/05/2010 às 2:11 AM

    e a gente nunca para, né mar? nunca para de pensar.

    deixa fluir!
    beijo

    Responder
    • 18. Marjorie Bier  |  07/05/2010 às 12:50 PM

      Nunca para de pensar, de amar, de sorrir…

      Maré flui. Renata flui.

      Beijo

      Responder
  • 19. Adriana  |  07/05/2010 às 6:47 AM

    Corbertor de oréia …
    hummm…
    faz misérias mistérios e delicias pah
    Cheiroooooooo

    Responder
    • 20. Marjorie Bier  |  07/05/2010 às 12:50 PM

      Ai que vontade de uma cantarolice a la Kleiton & Kledir…

      Beijinhos, lindeza!

      Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: