Mero exercício IV ®

10/03/2010 at 1:07 PM 20 comentários

Hoje estou boba desde ontem, já vou logo avisando. Você, também, sempre me dando razão para isso. Fiquei até tarde da noite pensando em você, quietinho, no meio de tanto caos, aproveitando o vento frio e silencioso do seu café na sacada. Você lava o rosto e amanhece. Aqui a cidade é preguiçosa. Tem uma porta que bate sempre na mesma hora e uma cortina que balança pelo lado de fora no outro lado da rua. Todo dia, todo dia. Não sei fazer café, deve ser porque tomo pouco. Tudo bem. A barriga é cheia de chá de hortelã, mas não hoje. O calor lá de fora está melhor que o frio desse ar condicionado. E chove. Não quero me mexer agora porque a sensação aqui está gostosa. Será que você, em algum lugar, me abraça? Preciso atender os latidos da minha campainha. Devem ser os pedreiros que irão consertar o telhado para que os baldes possam voltar para a lavanderia. Lá se vão minhas poças. Onde irão parar as pistas desse meu extenso jogo de ligar os poros? Já está claro aqui também. É meio-dia. Vou acordar.

Entry filed under: Perplexidades. Tags: .

Minha vida sem mim ® Retrato falado de mim ®

20 Comentários Add your own

  • 1. Marcelo Cruz  |  10/03/2010 às 1:40 PM

    Texto cheio de entrelinhas psico-filosóficas. Você anda afiada nisso, hein?

    Responder
    • 2. Marjorie Bier  |  10/03/2010 às 2:55 PM

      Um dia eu chego lá.

      =*

      Responder
  • 3. Luana  |  10/03/2010 às 2:16 PM

    Caio. Definitivamente. A influência é visível.

    Visceral, dolorosamente real.

    Como é bom ler textos de quem mergulha com tudo para dentro de si.

    Responder
    • 4. Marjorie Bier  |  10/03/2010 às 2:56 PM

      Ai, o Caio… tanto e sempre!!!

      Como ele doía, né?!

      Beijo

      Responder
  • 5. Clara Morais  |  10/03/2010 às 2:31 PM

    Minha querida

    Frases cheias de metáforas, sentidos para a vida e para a percepção das coisas. Você tem ido fundo na essência humana. E eu aprecio demais.

    Parabéns.

    Responder
    • 6. Marjorie Bier  |  10/03/2010 às 2:56 PM

      Horas de terapia poupadas.

      =))))

      Beijinhos

      Responder
  • 7. Enrico  |  10/03/2010 às 2:44 PM

    Cara, também pensei no Caio Fernando aqui: “Onde irão parar as pistas desse meu extenso jogo de ligar os poros? Já está claro aqui também. É meio-dia. Vou acordar.”

    Balzaquianos em crise.

    (cheguei em Évora. Vc precisa conhecer!)

    Responder
    • 8. Marjorie Bier  |  10/03/2010 às 2:59 PM

      Balzaca sim… em crise acho que não.

      =)))

      (toda a região de Alentejo é linda! Dê um pulo em Portel, ao sul… tem um castelo medieval de encher os olhos)

      Responder
  • 9. Clau  |  10/03/2010 às 3:51 PM

    Cruuuujjjiiisss!!!

    Tenho medo qdo tu escreve assim!

    Responder
    • 10. Marjorie Bier  |  10/03/2010 às 4:05 PM

      =))))

      Bobisca!!!

      Beijos

      Responder
  • 11. Marininha  |  10/03/2010 às 3:53 PM

    Lalalalala… eu e Claudinha acabamos de comer naquele vegetariano q tu gosta.

    Pedi salada de folhas verdes, com crutons, tomate cereja, parmesão ralado, vinagre balsâmico e frango em tua homenagem.

    MAAAASSSHHHH Q BESSHHHHTA!!!!!

    hahahahahahahaha

    Responder
    • 12. Marjorie Bier  |  10/03/2010 às 5:11 PM

      Comi no Rockets ontem… a mesma salada, só que com tirinhas de bacon e rodelinhas de ovo de codorna.

      =))))))

      TRI BOM!!!!

      saudade de vocês…

      Responder
  • 13. Rafael Dreweck  |  10/03/2010 às 6:48 PM

    Tenho até medo de comentar essas coisas cabeça demais… sempre dou furo!

    ahuahuahuahuahuahua

    Responder
    • 14. Marjorie Bier  |  10/03/2010 às 8:29 PM

      =)))

      O reis dos exageros, né Rafa?!

      Amo!

      Responder
  • 15. Eduardo Vieira  |  10/03/2010 às 8:12 PM

    Dpois d mto tempo, resolvi aparecer. É impressionante esses saltos q vc dá entre linhas e temas. Seu texto é conciso. E é bonito.

    Vc tb é.

    Saudade

    Responder
    • 16. Marjorie Bier  |  10/03/2010 às 8:31 PM

      Que surpresa você aqui, Edu!!!

      Fazia mesmo muito tempo que não tinha notícias suas. Tenho saudade também…

      (perdi o jeito de escrever coisas bonitas para você… a perna treme junto com a mão)

      Feliz!

      Responder
  • 17. rafaela  |  11/03/2010 às 11:25 AM

    ai, q esses pedreiros passem lá em casa tb!
    meu quarto não suporta mais tanta chuva! =(

    beijo, amoralinda!

    Responder
    • 18. Marjorie Bier  |  11/03/2010 às 5:46 PM

      =)))

      Pinga ni mim…

      Beijos

      Responder
  • 19. ℓυηα  |  11/03/2010 às 4:37 PM

    Que lindo!

    Lembrei de uma musiquinha que adoro :

    ♪ “…Y cuando estas ausente
    Te abrazo a mi mente

    Mi cielo para sobrevivir
    Cielo para poder vivir” ♫

    Beijocas.

    ℓυηα

    Responder
    • 20. Marjorie Bier  |  11/03/2010 às 5:47 PM

      Que linda!!!

      Adoro esses comentários musicais…

      Beijo

      Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: