Don´t cry for me ®

22/02/2010 at 1:01 PM 20 comentários

– Gosto de lágrimas.

– Alheias?

– Gosto do sabor das minhas e das de quem eu quero bem. Não tem nada a ver com tristeza por tristeza. Claro que lágrimas de tristeza também, nada contra, mas estou falando dessas de amor, de alegria, de emoção, etecetera. Tem um livro de ilustrações da Tomie, por exemplo, que me deixa perto das suas.

– A boca da gente fica com saudade do gosto.

– Hora daquele suspiro que já te contei …

– Acabou de chegar aqui essa sua respiração. Você gosta de lágrimas e eu de suspirar. Tenho uns suspiros longos, que passam por todas as vogais. Esse seu é leve… Vou comê-lo com mousse de limão.

Entry filed under: Perplexidades. Tags: .

Vasto ® Cem ®

20 Comentários Add your own

  • 1. Marininha  |  22/02/2010 às 1:28 PM

    AAAAIIIIIEEE!!!!

    Eu adoooooooooooro a Tomie Ohtake!!!

    O livro que tu falou aí é A GOTA D´ÁGUA?!

    Responder
    • 2. Marjorie Bier  |  22/02/2010 às 2:11 PM

      Sim… certeira!!!

      Adoro também!!!

      Eu ganhei, na verdade… talvez por isso mesmo tenha um sbaor especial.
      😉

      Responder
  • 3. Clau  |  22/02/2010 às 1:36 PM

    Não conheço a Tomie, vou pesquisar, mas pensei naquele livro do Paulo Bandeira (será que é isso?) q é livremente baseado no Cyrano… é cllllaaaaaaro que tu já deve ter lido.

    Aaaadoro!

    Responder
    • 4. Marjorie Bier  |  22/02/2010 às 2:12 PM

      Se estás falando da Marca de uma lágrima, já li sim. É do Pedro Bandeira e, como mencionaste, foi livremente inspirado na peça Cyrano de Bergerac.

      Beijo

      Responder
  • 5. Luana  |  22/02/2010 às 2:09 PM

    marjorie… eu sorrio leve, como essa mousse, cada vez que leio esses teus romances bem humorados.

    Delícia essa tua visão leve do amor.

    Responder
    • 6. Marjorie Bier  |  22/02/2010 às 2:13 PM

      Ah, florzita… eu não tenho muito tempo pro mau humor, não. Claro que tenho meus dias bem azedos, mas, por sorte, tem prazo de validade.

      Um beijo

      Responder
  • 7. Enrico  |  23/02/2010 às 1:40 AM

    🙂

    Só de saber que o livro ficou na tua mão, eu já sou feliz.

    Responder
    • 8. Marjorie Bier  |  23/02/2010 às 11:43 AM

      Eita, menino!!!
      Eu adorei! Obrigada. Muito mais que inspirador.

      =***

      Responder
  • 9. Rafael Dreweck  |  23/02/2010 às 3:08 AM

    mas vcs ainda tão nesse chove não molha!?

    Eu vou ser padrinho dessa história!

    ahuhauhauhauhauahuah

    Responder
    • 10. Marjorie Bier  |  23/02/2010 às 11:43 AM

      Vontade de um emoticon fura-olho nessa hora!

      Responder
  • 11. Clara Morais  |  23/02/2010 às 4:17 AM

    Chego tarde e, antes tarde do que nunca, me dou de cara com esse diálogo romanticamente divertido.

    E mais… suponho que tenha acontecido… mais: com o rapaz ali de cima.

    Dedos cruzados.

    Responder
    • 12. Marjorie Bier  |  23/02/2010 às 11:44 AM

      Aconteceu, sim… aqui ó, na minha tribulada imaginação.

      Não mistura as estações, hon.

      =***

      Responder
  • 13. rafaela  |  23/02/2010 às 1:23 PM

    pra comentar os dois:
    delícia!🙂

    de saudade e de lindeza transcritas…

    beso

    Responder
    • 14. Marjorie Bier  |  23/02/2010 às 2:18 PM

      Saudade da minha Rafélis amada sorrindo por aqui!

      =***

      Responder
  • 15. Renata  |  23/02/2010 às 3:00 PM

    doces de lira… ; )

    Responder
    • 16. Marjorie Bier  |  23/02/2010 às 3:05 PM

      Adoro!

      =***

      Responder
  • 17. ℓυηα  |  23/02/2010 às 7:12 PM

    Suspiro com mousse de limão, e umas lágrimas salgadinhas, de alegria, para regar : delicadeza pura!

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    Responder
    • 18. Marjorie Bier  |  23/02/2010 às 7:51 PM

      Ou de maracujá… além de leve, acalma…
      😉

      Beijo

      Responder
  • 19. mara  |  25/02/2010 às 4:02 PM

    Completa!!

    Amo lágrimas e mousse de limão!! (e de maracujá também!)
    Sabores “misturados” me agradam, assim como emoções misturadas…

    bjuus minha metade perfeita!

    P.S.: antes que alguém tire conclusões equivocadas [:p], a Mar é minha amiga que chamo de “metade perfeita”, uma Mar que é metade perfeita de outra Mar!

    Responder
    • 20. Marjorie Bier  |  25/02/2010 às 4:47 PM

      “E que a minha loucura seja perdoada
      porque metade de mim é amor
      e a outra metade também é”

      =***

      Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: