Cartografia ®

12/02/2010 at 12:30 PM 30 comentários

(Que saudade do seu abraço. Em que esfera estará esse nosso tempo?)

Hoje estou sem poesia, mas andei descobrindo alguns lugares no mapa que você inventou. Gosto muito de Fiji. Talvez, nas nascentes daquele rio que deságua em Suva, a gente descubra um lugarzinho frio. Marengo também já está marcado. Vou, por ora, acalentando um barquinho de papel para que em algum momento você venha.

Recebi seu presente ontem. Fiquei com a caixa no colo por alguns minutos. O livro eu quero, mas, muito mais, os eteceteras. Li o cartão como leio seus outros escritos, como você falando. Pode parecer exagero, eu sei, mas essa surpresa é o que há de mais bonito no meu carnaval.

Estou no bar da Praça da Matriz. Ensaiam Chiclete com Banana lá fora. Tudo calmo, mas por pouco tempo. Por enquanto, danço com essa alegria silenciosa que você me deu.

Estou a caminho daquela casa rosa que outro dia te mostrei. Vou passar uns dias afastado da cidade e, pelo que imagino, incomunicável também. Manterei contato telecardioumbigadamente e, por cada entrelinha, enviarei beijos e serpentinas. Talvez uns abraços, mas por mera exigência dos remelexos do meu coração.

Anúncios

Entry filed under: Perplexidades.

Mero exercício ® Au revoir Simone

30 Comentários Add your own

  • 1. Enrico  |  12/02/2010 às 1:09 PM

    Vem passar o carnaval aqui, alemoa. Cerveja gelada e risada garantidas.

    Bj

    Responder
    • 2. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 1:46 PM

      Nem pensar!!!

      Tudo o que quero é cama!!!! Só de imaginar estrada e ônibus já tenho calafrios.

      Obrigada

      Responder
  • 3. Marininha  |  12/02/2010 às 1:25 PM

    Veeeemmmm mesmo!!!

    O Rico vem aqui pra casa. Tu fica aqui!!!

    Responder
    • 4. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 1:48 PM

      Tá louca!?

      Até parece que não me conhece, Marina. Primeiro, eu e carnaval somos incompatíveis. Depois, me viste no aeroporto parecendo um bicho.

      Força de onde, fia!? Nem red bull me dá asas!

      besos

      Responder
  • 5. Rafael Dreweck  |  12/02/2010 às 1:38 PM

    Carnaval… e vai todo mundo pra casa da Marina?

    Nessas horas é q sinto saudade da piscina, da cervejada, do carnaval e também desse bando d louco!

    Responder
    • 6. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 1:48 PM

      Só assim pra sentir saudade, seu ingrato!?

      Beijos

      Responder
  • 7. Clau  |  12/02/2010 às 3:14 PM

    Mas tu inventando palavra é d uma categoria q eu nem acredito!!!

    Eita trava língua difícil esse!!!

    hahahahahahaha

    Responder
    • 8. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 6:14 PM

      Quem falando…

      =)))

      Responder
  • 9. Marcelo Cruz  |  12/02/2010 às 3:58 PM

    Sempre tão suave, tão romântica, tão bonitinha… rsrsrsr

    bjs

    Responder
    • 10. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 6:15 PM

      Que coisa meiga…

      hahahahaha

      besos

      Responder
  • 11. Luana  |  12/02/2010 às 4:55 PM

    Em que esfera, minha amiga?!

    Bom feriadão

    bjos

    Responder
    • 12. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 6:16 PM

      Pra ti também, amadica!

      Beijos

      Responder
  • 13. Lelli  |  12/02/2010 às 6:31 PM

    e lá na casa rosa… a gente s encontra, nem q seja em pensamentooo

    linda

    adorei

    bjinhus

    Lelli

    Responder
    • 14. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 6:48 PM

      Ela está escondida atrás do arbusto. A casa… você viu!?

      beijo

      Responder
  • 15. Clara Morais  |  12/02/2010 às 7:18 PM

    Adorei a imagem poética da pessoa viajando num barquinho de papel…

    “quem esteve aqui viu barquinhos de gazeta ancorados no mistério”

    bom final de semana.

    Responder
    • 16. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 7:22 PM

      MAGAMALABARES!!!!

      A-do-ro!!!

      Bem lembrado, amorinha…

      Beijo. Bom findi.

      Responder
  • 17. Miss  |  12/02/2010 às 7:35 PM

    Flor querida, um carnaval delicioso pra ti! 😉

    Beijo bem grande!

    Responder
    • 18. Marjorie Bier  |  12/02/2010 às 9:03 PM

      Obrigada, lindona!!!

      beijokisses

      Responder
  • 19. adriana  |  13/02/2010 às 1:04 AM

    Carta de alforria sem folia: retirante sou num mar de rosas cantantes… afffffffffff
    Tengas fuerza siempre! Gde Abraço

    Responder
    • 20. Marjorie Bier  |  13/02/2010 às 1:13 AM

      Mi fuerza viene de los descansos.

      Beso. Buenos para sumergirse entre los pétalos.

      Responder
  • 21. ℓυηα  |  14/02/2010 às 3:35 PM

    Ah, um canal particular de comunicação! Que luxo! Que coisa mais amor!

    Amei! ^^

    Beijos, querida.

    ℓυηα

    Responder
    • 22. Marjorie Bier  |  14/02/2010 às 4:42 PM

      Linda-linda!!!

      Beijo pra ti!

      Responder
  • 23. cynthia  |  14/02/2010 às 4:34 PM

    O menino para o pai:
    – Olha lá no céu, pai. É uma contista? Uma poetisa? Uma artista?
    O pai, para o menino:
    – Não, filho. É uma estrela! É a Super-Marjorie!

    Fala, Marjorie, que que é você, mulher? Vai escrever bem assim, lá no outro planeta. Falo pra ti o que já falei pra Rafa: tem que publicar, caramba. Vocês são boas demais.

    Tenho adorado esse seu espaço. Fico um pouco confusa, com o que é seu, efetivamente. Acho que esta postagem, aqui, é, mas mesmo o que é generosamente compartilhado (seu espaço) com as prosas de outrem, tem a delicadeza do seu toque de gênio (desculpe a rasgação, mas, vai, é isso aí).

    beijão, e bom feriado, já q de carnaval, acho, eu/você/rafa/tantos-outros estamos de saco cheio.

    Cynthia

    Responder
  • 24. Marjorie Bier  |  14/02/2010 às 4:45 PM

    Florinha amada… eu brinco de vagalume… há quem veja estrelas no céu.

    Meus textos são publicados, mas teu carinho é sempre muito motivador. Tuas coisas também são lindas…

    Os meus textos tem o ® do ladinho (tudo registrado mesmo)… o resto é de gente-estrela de verdade.

    beijo

    Responder
  • 25. cynthia  |  15/02/2010 às 12:04 PM

    Querida, você é ‘profissa’, mesmo, das letras. Eu ainda estou no amadorismo da coisa. Fico sendo ‘professa’ nas letras em sala, e não tenho tido tempo de levar meus textos para algum lugar que não seja este aqui, o da tela luminosa.
    Já escrevi muito, já registrei tudo, agora fico aqui me inspirando. Muita coisa tá registrada, e algumas são vômitos registrados somente na virtualidade, mas não faço as distinções, como você, com seu talento para amar-a-si, que é tão necessário (exemplo ao qual eu deveria seguir).
    Tenho escrito, quando-dá-quando-posso, coisas que não coloco na rede (para deixar crescer e fazer virar algo, quem sabe um livro? Quem saberá? Talvez se eu me dedicar um pouco a mim mesma, talvez. Por isso, essas coisas não divulgo, pra deixar crescer e virar filho de carne e osso.
    Mas, acho, inspirada, aqui, na sua perseverança, na sua sábia e necessária organização das ideias, talvez eu tome um rumo menos ‘divagante’ que esse de publicar coisas já registradas e vômitos desesperados.
    Marjorie, já te disse? você é maravilhosa!!!!!!!
    Obrigada pela luz que senti agora: sopro de vida.
    Um beijo, querida,
    Cynthia

    Responder
    • 26. Marjorie Bier  |  15/02/2010 às 1:19 PM

      Sabe, Cy, essa vontade de produção para confecção de livros já me comoveu mais. Mas ela é uma coisa tão egoísta, tão pedante, tão comidinha-pra-traça, que resolvi seguir essa trilha virtual.
      O barato desse meio é que tanto você quanto seus textos ficam ali, navegando à deriva. Tudo é, o tempo todo, novo e inimaginável. Deixa a gente mais flexível e, logo, bem mais humilde e humano.
      Costumo dizer que quero, sim, meus textos viajando por aí. Podem roubá-los a vontade, desde que seja para levar o bem, para levar amor, para declarar-se, para servir de arma diante de lutas bonitas.
      A palavra nasceu pra ser livre. Quando ela muda de corpo, todo um horizonte adormece.

      Você é linda!

      =***

      Responder
  • 27. cynthia  |  15/02/2010 às 12:07 PM

    Perguntinha: eu só conheço um caminho para registrar tudo: o da Biblioteca Nacional. Processo no qual eu junto um monte de textos com o mesmo gênero e vou lá, pagando a taxa.
    Existe algum caminho para registros de texto na virtualidade? Esse “R” significa esse caminho? Se tiver tempo (e saco) pra me responder, agradeço.
    Bjs.
    Cynthia

    Responder
    • 28. Marjorie Bier  |  15/02/2010 às 1:15 PM

      O registro é o mesmo. Faço via cartório, a princípio. O caminho, como mencionaste, da biblioteca nacional é muito moroso.

      Não há uma diferenciação em função da virtualidade ou do tangível. Todos são tratados como fluxos criativos e não há distinção no método de registro.

      beijoooo

      Responder
  • 29. cynthia  |  15/02/2010 às 3:26 PM

    Você é tãããããão generosa. De doer. De comover. Lindas palavras.
    Obrigada pela atenção.
    E sobre filmes… Vi um meio bobo, agora, “Falando Grego”, mas deu pra aprender um pouco também; pra tirar, talvez, alguma dureza que eu tenha aqui dentro do peito; olhar com olhos de novidade para o ‘todo-dia’.
    Olha, gostei de saber que vc ama-ama-ama filme francês. Eu também. Às vezes fico pensando como é que pode ter tanto a dizer com tanta economia de palavras, pra dar tratos a milhares de emoções.
    E é isso mesmo, o que vc disse: tem que ser mais maleável, o texto mudando de cara, de corpo, mas mantendo a alma, pro bem. Lindo o que você disse. É disso, exatamente, que se trata a escrita; eu acho, concordando com você.
    Querida, um beijo, e muito bom ouvir você.
    Cynthia

    Responder
    • 30. Marjorie Bier  |  15/02/2010 às 3:53 PM

      Fleur…

      Amor demais é pouco pelo cinema francês. Adoro os signos, os diálogos inteligentes, as sutilezas, a suavidade com que se desenrolam as tramas mais complexas. Já viste A La Folie Pas du Tout??? Lindo de viver!!!

      Tão bom trocar ideias com pessoa-estrela como você… sou grata demais, por isso e por mais, todos os dias.

      Vida!

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: