Gorjeta ®

02/12/2009 at 12:24 PM 24 comentários

Vou chegar na hora de sempre

Sentar de frente pro bar

Cumprimentar os conhecidos

E deixar o dia acabar

.

Vou pedir uma cerveja gelada

Olhar os ponteiros na parede

Imaginando um outro homem

Me esperando em algum lugar

.

Vou rir bem alto e muito

Manter um ar distante

E esquecer que você não vem

.

Vou perguntar pela sua risada

E se sentir saudade

Deixar uma gorjeta pra compensar

Entry filed under: Perplexidades. Tags: .

Abraçando Galeano ® Pálida ®

24 Comentários Add your own

  • 1. Marininha  |  02/12/2009 às 1:13 PM

    Marijóice variando os tons: um dia imagem, outro prosa, depois filme, música e, hoje, POESIA.

    Tão bom não cair na rotina blogueira, honey!

    Amo você, xuxu!

    Responder
    • 2. marjoriebier  |  02/12/2009 às 1:16 PM

      Meu amor tem a mesma medida que o teu!

      Beijo

      Responder
  • 3. Rafael Dreweck  |  02/12/2009 às 2:44 PM

    MULHERZINHA!
    MULHERZINHA!
    MULHERZINHA!

    Responder
    • 4. marjoriebier  |  02/12/2009 às 4:00 PM

      Até parece que não sabia… rsrsrs

      Se estivesses aqui, ía pro bar comigo. Hoje tem jazz de primeira (e cowboy de boas vindas).

      Meu beijo.

      Responder
  • 5. Renata  |  02/12/2009 às 4:05 PM

    Se lhe fizer feliz… : )

    Responder
    • 6. marjoriebier  |  02/12/2009 às 4:11 PM

      E faz!!! rsrsrsrs…

      Re… estava indo no teu blog quando chegaste aqui. Adorei o poeteu vampiresco!

      Um beijo, querida.

      Responder
  • 7. Clara Morais  |  02/12/2009 às 4:23 PM

    “Vamos celebrar nossa saudade
    E comemorar a nossa solidão.”

    Às vezes, MB me chuta o estômago e nem sabe…

    Responder
    • 8. marjoriebier  |  02/12/2009 às 4:25 PM

      “Vamos celebrar Eros e Thanatos
      Persephone e Hades
      Vamos celebrar nossa tristeza
      Vamos celebrar nossa vaidade.”

      (não é essa a intenção, cherrie)

      Responder
  • 9. Rafaela  |  02/12/2009 às 4:50 PM

    ai, q melancolia com dor de cotovelo descompensada!!! rs
    mas gosto da ideia da gorjeta e da cerveja gelada!!! xD

    beijobeijo

    Responder
    • 10. marjoriebier  |  02/12/2009 às 5:09 PM

      -> SÓ SE FOR AGORA! <-

      Responder
  • 11. Rafaela  |  02/12/2009 às 4:52 PM

    aliás, a gorjeta pode ficar pra dps, mas a cerveja agora.. ui!!!!!

    Responder
    • 12. marjoriebier  |  02/12/2009 às 5:09 PM

      Rafélis!!!

      Eu sabia que tu jamais me abandonaria nesse momento, mmm, difícil (!?)

      hahahahahahahahahahaha

      Beijo, chuchuzinho.

      Responder
  • 13. Enrico  |  02/12/2009 às 6:41 PM

    Se for no bar que imagino, ele vai aparecer!

    Responder
    • 14. marjoriebier  |  02/12/2009 às 7:10 PM

      E se não for, também vai!

      hahahahahaha

      Responder
  • 15. Miss  |  02/12/2009 às 11:53 PM

    Querida, posso te acompanhar? Ando na mesma situação.

    Ó, AMEI o haikai invertido lá, viu? Obrigada, florzinha!

    =** beijocas! 😉

    Responder
    • 16. marjoriebier  |  03/12/2009 às 3:12 AM

      Oi, amada!!!!

      Pode muito e sempre!!!!

      bj bj

      Responder
  • 17. Eunísia Inês  |  03/12/2009 às 2:31 AM

    Somos simplesmente mulheres…
    Marias,
    Joanas,
    Madalenas,
    Eu, vc e outras

    Responder
    • 18. marjoriebier  |  03/12/2009 às 3:13 AM

      Maria das Loucas!!!!!

      Responder
  • 19. Talita Prates  |  03/12/2009 às 2:39 AM

    tim-tim!
    😉

    bjo, flor tão bonita!

    Responder
    • 20. marjoriebier  |  03/12/2009 às 3:13 AM

      Cheers, hobey!!!

      Um beijo

      Responder
  • 21. Gian Fabra  |  03/12/2009 às 4:52 AM

    solidão que nada, acho q vc gostou do garçon rsrs

    Responder
    • 22. marjoriebier  |  03/12/2009 às 5:06 AM

      hahahahahahahahaha

      E pq não?!

      beijooooo

      Responder
  • 23. Régis Antônio Coimbra  |  05/12/2009 às 3:44 PM

    O garção, rapazote ou senhor maduro, é um esperador, noutra referência linguística.

    Espera meu pedido… espera meu pagamento… espera minha gorjeta. Peço, pago… mas não gosto de dar gorjeta. Sinto que estou pagando para que me não atenda mal mais do que por ter atendido bem.

    Ontem quis comer uma gentil mulher que eu não queria namorar. Abstive-me. As gorjetas e outras expectativas seriam aviltantes, por mais baratas que fossem, ou por isso mesmo.

    Não concebo do amor senão o gozo íntimo, com o qual minha amante viva inspirada; minha esposa viva exata.

    Responder
  • 24. Mariana Cadore  |  06/12/2009 às 11:20 PM

    Adoro tua casinha boemia.bjs

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: