Apenas mais uma de amor ®

03/11/2009 at 10:25 AM 21 comentários

Você vem me falar de amor de uma forma que comove. E eu adoraria falar do amor como se fosse a sua resposta. Mas sou daquelas mulheres que calam, que escrevem tudo o que deveria ser falado. Sei que você esperou por cada uma das minhas palavras, mas elas estavam ocupadas vigiando impulsos e foram traduzidas como descaso. Não te peço nada além de compreensão. Apenas pense em mim como alguém que alcançou a mesma medida do que você sentiu, as mesmas dúvidas, a mesma timidez diante do desconhecido, a mesma saudade. O que escrevo, agora, parece covarde, eu sei. Você já deve ter lido, ouvido ou visto em filmes por aí e, se não me engano, ficou sonhando em me ver ultrapassar os limites, audaz e febril como quando eu não sabia do que era capaz. Por tudo o que ainda vamos viver, pelo tempo que não verei você sorrir, pela saudade que vou sentir da sua voz, por todo esse tempo em que você andará longe de mim e eu de você, pelo tamanho da nossa descrença, pela resistência da nossa solidão, acredite em mim: te amei mais do que pude, nunca te amei menos que a mim.

Anúncios

Entry filed under: Perplexidades.

Crônicas de Acampamento ® Invasões bárbaras ®

21 Comentários Add your own

  • 1. Mara  |  03/11/2009 às 12:16 PM

    Vou roubar…

    Lindo!! =]

    Responder
  • 2. CARLOS SOARES  |  03/11/2009 às 12:18 PM

    Reciprocidade é tudo. Amor tem que ser mútuo. Amor tem que ser inteiro

    Responder
  • 3. marjoriebier  |  03/11/2009 às 12:19 PM

    Maraaa…. a vontade, fia!!!

    Carlos… também acho, embora nem tudo seja como a gente imagina.

    Responder
  • 4. Marininha  |  03/11/2009 às 12:32 PM

    aimeodeosdocéu!!!!

    Coisa mais linda ficou isso, nega!!! Posso usar??? Juro que cuidarei com carinho.

    Responder
  • 5. marjoriebier  |  03/11/2009 às 12:43 PM

    Frozinha… disse pra Mara, antes: o coração não é lacônico, o amor sim. Do it!

    Responder
  • 6. Edu V.  |  03/11/2009 às 12:49 PM

    Você fala pouco, mas quando fala é para acabar com qualquer coração de pedra. As tuas palavras me encantam. O teu jeito de me olhar também. E o teu sorriso… Jesus… não tem coisa mais bonita do que te ver sorrindo.

    Responder
  • 7. Renata  |  03/11/2009 às 12:59 PM

    “apenas mais uma’ bela ‘de amor”

    Responder
  • 8. marjoriebier  |  03/11/2009 às 12:59 PM

    Du…

    Se te sorrio é porque tenho sede dos teus lábios…

    =*

    Re… que bom te ver aqui!

    Responder
  • 9. Miss  |  03/11/2009 às 1:18 PM

    Nossa…já posso respirar?

    Nem preciso dizer que está perfeito, né? Bem que eu disse, ali embaixo, que a inspiração viria renovada… 😉

    Beijos!!

    Responder
  • 10. Enrico  |  03/11/2009 às 1:26 PM

    BRUTAL!

    Responder
  • 11. marjoriebier  |  03/11/2009 às 1:34 PM

    rsrsrsrs… doidos de pedra!

    Responder
  • 12. Luana  |  03/11/2009 às 1:51 PM

    Ai, Marjorie… te imagino num lounge francês, com aquela música ao fundo, calada, perplexa diante da vastidão da vida, da solidão de si… tão bonita, tão triste, tão apaixonada por alguém que nem sonha que isso é possível.

    Responder
  • 13. Régis Antônio Coimbra  |  03/11/2009 às 2:21 PM

    Não me precisas dizer
    Eu sei que me amas
    e me desejas
    e me admiro
    tão lindo em teus olhos

    Teu olhar
    teu suor
    tua lubrificação
    e poesia são eloqüentes

    Temo apenas a tua dor
    tua carência
    teu desespero
    tua decepção
    e tua insistência

    Tu me amas demais
    mais do que a ti mesma
    e isso é ruim

    Assim hoje me amas
    assim amanhã me odiarás
    e assim, depois de amanhã
    novamente amarás
    cheia de culpas e ódios
    no turbilhão que nos
    despedaçará

    Ama-me menos
    ama-te mais
    sempre mais que a mim

    Ama-te primeiro
    ama-te inteira
    para que nos possamos
    somar
    mútuos
    no teu mar

    Eu me amo tanto
    que também te amo
    para meu próprio bem
    que te faz tão bém

    Responder
  • 14. marjoriebier  |  03/11/2009 às 2:35 PM

    Lu… muita gente me imagina assim… quase blasé… mas não sou. Sou uma mulher com o coração on the road, paixão undress por um homem que tem me feito viajar.

    Responder
  • 15. Rafael Dreweck  |  03/11/2009 às 2:44 PM

    Blasé? Só quem não te conhece. Marjorie é a mulher mais uterina e visceral que eu conheço. Ela exala vida! Vocês já viram ela sorrindo? A coisa mais gostosa que pode haver (concordo com teu namorado ali em cima, Mar). E ela se cala, sim. Porque, como toda mulher, tem medo de amar demais, de sufocar, de prender, de maltratar… e ela quer todo mundo vivendo, sentindo, amando… com suas próprias asas. Ela me disse uma vez, em uma madrugada, no meio de uma festa, bem perto do ouvido: o amor que prende não agiganta. E eu nunca mais esqueci.

    Responder
  • 16. marjoriebier  |  03/11/2009 às 2:47 PM

    =}

    Eu lembro… Cabaré do Beco… saudade de ti!

    Responder
  • 17. Gian Fabra  |  03/11/2009 às 5:26 PM

    queria q meu comentário fosse um dia de sol, pq é isso q vc merece.
    pq quem ama assim sempre será amada.

    Responder
  • 18. marjoriebier  |  03/11/2009 às 5:31 PM

    Gian… tão bom te ver aqui…

    Responder
  • 19. Rafaela  |  03/11/2009 às 8:23 PM

    ai, essa “última romântica”…

    *-*

    besobeso!

    Responder
  • 20. Mariana Cadore  |  03/11/2009 às 9:37 PM

    Querida Marjorie,

    Que se ame, que se ame por inteiro e nao se possa dizer que nao tentou, que nao viveu.Viva a vida, onde o amor acontece.
    Bjs

    Responder
  • 21. Menina Misteriosa  |  03/11/2009 às 10:48 PM

    Uau!
    Maravilhoso!
    Resume tudo que temos vontade de dizer, gritar… ou apenas sussurrar no ouvido daquela pessoa tão especial…
    Beijos

    http://meninamisteriosa.wordpress.com/wp-admin/
    http://aceuabertodaboca.blogspot.com

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: