Análise sintática ®

06/10/2009 at 1:00 PM 19 comentários

Em toda a minha literatura

É nos pronomes que encontro

as melhores páginas

.

Eu, tu, nós

E  as nossas promessas amarrotadas

Anúncios

Entry filed under: Perplexidades.

Please, don’t stop the music! Do que resta ®

19 Comentários Add your own

  • 1. Enrico  |  06/10/2009 às 1:09 PM

    iiiihhhh… apaixonou?

    Responder
  • 2. Marininha  |  06/10/2009 às 1:36 PM

    Se tá apaixonada eu não sei, mas que tá abobalhadinha, isso tá! hauahuahuahuahuahu

    Responder
  • 3. Miss  |  06/10/2009 às 2:09 PM

    Hum…tem gente apaixonada… 😉
    Texto pequeno no tamanho, mas imenso no significado. Lindo, adorei!

    E sobre o comentário lá no blog…acho que paixões sim, são como nuvens… causam chuvas, por vezes tempestades e turbulências, mas sempre passam. Amor não, acho que amor está mais para o sol ou a lua, que estão sempre presentes, mesmo quando estão camuflados ou distantes.

    😉 Beijo, querida!

    Responder
  • 4. Rafael  |  06/10/2009 às 2:12 PM

    Foi pra Santa Maria? Como foi a oficina? E que festa é essa no coração?

    SKYPE ME!!!

    Responder
  • 5. Luana  |  06/10/2009 às 2:41 PM

    Rafael,

    a Marjorie foi impecável. Não a conhecia pessoalmente e, depois do abraço, tenha certeza que ela ganhou mais uma fã. Uma não, milhares. Ela fez uma oficina de redação maravilhosa para alunos do segundo grau. Deixou até os mais tímidos com as palavras brotando da boca. Acalmou, para nosso espanto, até os que achávamos que seriam os mais difíceis de trabalhar.

    Hoje, Mar, não se fala em outra coisa em nossa escola. Todos, certamente, colheremos frutos incríveis dessa sementinha que plantaste. A tua paixão pela profissão, a tua suavidade, essa tua língua tão próxima a dos nossos jovens só nos deixou com vontade de reprise.

    Obrigada.

    Lu

    Responder
  • 6. marjoriebier  |  06/10/2009 às 3:31 PM

    Gente… o coração está bem, sim… faz tempo! O resto é Ibope.

    Lu… tuas palavras me fazem sorrir. Obrigada.

    Responder
  • 7. Régis Antônio Coimbra  |  06/10/2009 às 3:39 PM

    Síntese lingüística

    Nos amamos
    um ao outro
    passado e presente

    Eu, tu, ele, ela
    nós somos muitos
    mas serialmente fiéis
    seriamente exclusivos

    Todo o meu amor
    felizmente transborda
    de nossa estrita intimidade

    E vice-versa
    meu amor por outras e amigos
    enriquece o nosso

    O nosso é único nessa multidão
    onde mesmo cada um, iso-
    ladamente é múltiplo

    Ora quero
    ora não
    Oras por mim
    que oral te bebo
    Ora cerveja
    ora certeza
    Ora vinho
    ora venho

    Redigimo-nos a quatro mãos
    pois ao teclado e tateando

    Sondo-te nas reentrâncias
    sorvo-te as protuberâncias
    e refletimo-nos nas umidades
    dos recíprocos olhos
    segundas mais profundas janelas
    com que nos vemos melhor à penumbra

    Mas no olfato nos melhor sentimos
    toda a química que nos enrola
    ou mesmo trança
    o nó que nos faz nós

    Responder
  • 8. marjoriebier  |  06/10/2009 às 3:48 PM

    Régis… tb me fizeste sorrir!

    =]

    Responder
  • 9. Marcelo Cruz  |  06/10/2009 às 4:02 PM

    Diva, estrela, poeta, mulher… não existe outra como você!

    (te encontrar foi lindo)

    Responder
  • 10. marjoriebier  |  06/10/2009 às 4:41 PM

    =*

    Você existe!

    Responder
  • 11. Morais  |  06/10/2009 às 6:03 PM

    Marjorie, muito obrigado pelo comentário, viu? Visite meu blog sempre que puder/quiser. Estou me atrevendo a te adicionar na minha lista dos blogs que sigo, tá? Grande beijo !

    Responder
  • 12. marjoriebier  |  06/10/2009 às 6:17 PM

    Obrigada pela gentileza… retribuo da mesma maneira.

    beijinho

    Responder
  • 13. Rafaela  |  06/10/2009 às 6:26 PM

    adorei as rimas ‘sugestivo-amarrotadas’! ;*

    Responder
  • 14. Renata  |  06/10/2009 às 9:10 PM

    Verdade:
    eu e você no dicionário! (risos)

    Também gosto de pronomes…
    Beijo.

    Responder
  • 15. agendapublicidade  |  07/10/2009 às 1:00 PM

    Mas tu te puxa, hein!?

    Responder
  • 16. Talita Prates  |  08/10/2009 às 9:25 PM

    Ah, adorei!

    Bjo.

    Responder
  • 17. Emerson Souza  |  09/10/2009 às 2:58 AM

    Gostei bastante do texto. Tenho um, digamos, complementar a este, mas acho o cúmulo da breguice fazer isso na janela dos outros.
    Então deixo um bjus e um tchau.

    Responder
  • 18. Mara  |  26/10/2009 às 5:38 PM

    Apaixonada ou não, sempre existe uma razão…

    “Eu, tu, nós

    E as nossas promessas amarrotadas…”

    bjus grande mulher…

    P.S.: estou me aventurando a comentar…

    Responder
  • 19. marjoriebier  |  26/10/2009 às 5:48 PM

    Cherrie!!!

    DO IT EVER!!!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: