Delivery for men ®

30/09/2009 at 12:26 PM 21 comentários

Ô, meu chapa, vê se dá uma mãozinha aí das alturas.

Envie-me uma mulher com a cara da Scarlett Johansson, gostoooosa como a Beyoncé, ninfomaníaca como a Angelina Jolie  e com aqueles peitões dignos de Pamela Anderson!

Se o pai dela, melhor ainda, se ELA  for dona de uma fábrica de cerveja ou de uma importadora de bebidas, não me importo. Mas, que ela tenha uma casa na praia, ah, Isso é fundamental!

Amém.

Entry filed under: Perplexidades. Tags: .

Delivery ® Tateando estrelas distraídas ®

21 Comentários Add your own

  • 1. Marininha  |  30/09/2009 às 12:30 PM

    hahahahahahaha

    Essa neguinha acaaaaba com a moral dos guris!

    Responder
  • 2. Clau  |  30/09/2009 às 12:36 PM

    Siiiiiimmmm!!!!

    Eles querem a barbie made in taiwan, não a gente!

    hahahahahahahahahahaha

    Responder
  • 3. Miss  |  30/09/2009 às 1:08 PM

    É só o que eles valorizam mesmo, né? Tsc tsc, homens… “ruim com eles, pior sem eles”… ¬¬

    Querida, sobre seu coment lá, o problema é que enjoei de sempre ser eu a surpreender… agora eles que me surpreendam!😉

    Beijão e um dia multicolorido pra vc!

    Responder
  • 4. Miss  |  30/09/2009 às 1:29 PM

    Hum…bem verdade isso… o problema é que na maior parte das vezes, quando finalmente acontece, a gente já não quer mais, né?😉 =**

    Responder
  • 5. marjoriebier  |  30/09/2009 às 1:31 PM

    Então relaxa, fia!

    Barquinho na correnteza, Deus dará!

    Responder
  • 6. Enrico  |  30/09/2009 às 1:37 PM

    Que injustiça, Marjorie Bier… homem também gosta de mulher como tu.

    hahahahahahahahahahahahahaha

    Responder
  • 7. Rafaela  |  30/09/2009 às 2:07 PM

    bem sintético!
    o pouco se contenta com pouco, né? rsrs

    besos

    *pra constar: não tenho nd contra os rapazes! imagine… é fase. [lálálá] rs

    Responder
  • 8. marjoriebier  |  30/09/2009 às 2:14 PM

    Nem eu, Rafa… nem eu!!!!

    (mas eu raaaaacho d rir!)

    ENRICO!!!! Só agora te vi, seu ingrato!

    Sabe aquele meu caderninho cor de jaboticaba??? Pois…

    Responder
  • 9. Régis Antônio Coimbra  |  30/09/2009 às 2:30 PM

    Muitos homens justificam a piada explorada certa vez por Luis Fernando Veríssimo. Acho que a versão de Veríssimo tinha os seguintes contornos: o cara salva um gênio da lâmpada ou algo assim, tem direito a alguns pedidos e vai pedindo no sentido de ser desejado pelas mulheres, por uma mulher interessante… que isso, que aquilo… No final o gênio interpreta por si mesmo o que ele quer e lhe dá uma pilha de revistas de mulheres peladas.

    Eu gosto de mulheres concretas e minha fantasia sexual mais persistente não é a de ter algum “contato” com uma modelo ou estrela pornô, mas com uma crente. Brinco que as crentes parecem ser algo como “mulher integral”, como em “pão integral”. Imagino que as crentes não se depilam (nada de bigodinho de Hitler, portanto), não usam desodorante etc. Bom… torço para que escovem os dentes e usem anti-concepcional, mas, enfim, é fantasia, não projeto sexual.

    Acho que em média os homens não aspiram uma mulher rica. E isso não é por falta de ambição. O problema é que uma mulher que meramente ganhe mais do que o homem representa um risco à delicada questão machista do “quem manda lá em casa sou eu” – que freqüentemente é, mesmo nos casamentos “tradicionais” do provedor com a dona de casa expresso com mais precisão na versão “quem dá a última palavra lá em casa sou eu: sim, senhora!”

    O engraçado é que homens e mulheres mentem sobre o quanto ganham para seus cônjuges… para menos. O cônjuge, companheiro ou namorido é encarado como um fiscal de imposto de renda… não raro tratado como um débil mental diante dos “sinais exteriores de riqueza” pouco compatíveis com a “renda declarada”.

    Dito de outro modo, a questão do “meu bem” se transforma em “meus bens” muito antes da separação ou mesmo do casamento, união estável ou “ajuntamento”. Mas não no sentido de tentativa de golpe do baú de um contra o outro, mas no sentido de um espaço privado de cada um dentro do relacionamento, isso é, apartado do parceiro.

    Homens e mulheres tem convergido no sentido de aspirar não um parceiro assim ou assado caído do céu, mas em aspirar se tornarem irresistíveis para quaisquer potenciais parceiros, de modo a poderem escolher e, não menos importante, usar e jogar fora. Ou seja, a mulher ideal é um pouco como “a mulher que passa” do poema de Vinícius de Moraes. Estará essa visão de descartabilidade se tornando recíproco?

    Não é necessariamente ruim. Simplesmente a expectativa de vida aumentou bem como as expectativas sobre o que se pode viver nessa duração. Então… é aquela coisa de não ser eterno, mas infinito enquanto dure. Se durar bastante, que seja com qualidade; e se ou quando acabar, segue-se em frente. É um pouco chato por o tempo de um não necessariamente ser o mesmo do outro, mas isso também não é motivo para fingir que o sólido não do amor mas do relacionamento não se desmancha – ou sublima – no ar.

    Responder
  • 10. marjoriebier  |  30/09/2009 às 2:33 PM

    AAArrrrrááááá!!!

    Eu esperava as dignas manifestações masculinas!!!!

    hahahahahahaha

    Responder
  • 11. Luana  |  30/09/2009 às 4:13 PM

    Marjorie… divirto-me muito por aqui! Teu humor escrachado, tuas alegorias e teus personagens esterotipados rendem booas risadas.

    (estamos, TODOS, ansiosos pela tua oficina… ainda bem que falta pouco)

    Responder
  • 12. Rafael  |  30/09/2009 às 4:57 PM

    Mas o que é isso, Marjorie Bier?

    Tomou café com limpol????

    Responder
  • 13. marjoriebier  |  30/09/2009 às 5:15 PM

    Hã?!

    Responder
  • 14. CARLOS SOARES  |  30/09/2009 às 5:54 PM

    Se isso acontecer, posso dizer que milagre existe. é o símbolo da perfeição. rê rê

    Responder
  • 15. Bier  |  30/09/2009 às 6:10 PM

    Quem precisa de tanto? Hein? Hein? Hein?
    Mas não de deve fazer desfeita…

    Responder
  • 16. marjoriebier  |  30/09/2009 às 6:12 PM

    Uhuuuu!!! Foi aquele teu emailzinho que me “inspirou”. rsrsrsrs

    Responder
  • 17. Alice  |  30/09/2009 às 6:51 PM

    Meu Deus, tá pra nascer ainda… E o pior é que é isso mesmo que eles querem.

    http://www.muitomelhorqueatuaex.wordpress.com

    Responder
  • 18. Gian Fabra  |  30/09/2009 às 6:56 PM

    melhor do que isso só se vier com um botão ON/OFF !!!!
    (cuja falta é o grande defeito de fabricação das mulheres em geral)
    kkkkkkkkkk

    menina esses dois ultimos posts inflamaram meus pensamentos machistas,
    mas no fundo acredito q super homens ou super mulheres devem ser um saco.
    Imagine só, se tivéssemos um(a) os defeitos, as culpas, e os erros seriam só nossos. Deus me livre!
    =)

    Responder
  • 19. marjoriebier  |  30/09/2009 às 6:59 PM

    Gian… alimentei os pensamentos machistas e a ira feminina… Gé-zus!!!

    (sou pró as imperfeiçõezinhas humanas)

    Responder
  • 20. Renata  |  30/09/2009 às 9:49 PM

    Será?
    Sei que há muitos bobos por aí,
    mas prefiro crer que a maioria não faça uma oração dessas…

    De qualquer forma,
    o texto é impagável! (risos)
    Beijo.

    Responder
  • 21. Mariana Cadore  |  02/10/2009 às 1:47 AM

    Hhahahha otimo.bjs

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: