Adivinha! ®

28/09/2009 at 12:45 PM 32 comentários

Sábado sempre foi dia de ir ao supermercado. Pelo menos na minha casa era assim. Aos sábados, minha avó levantava cedo, acordava os empregados, jogava tudo e todos dentro do carro e, munida da lista de compras, desbravava os corredores até que os carrinhos estivessem alimentados.

Eu devia ter uns cinco anos. Ainda não sabia ler, mas identificava algumas letras e me divertia tentando adivinhar palavras. Para conter minha fama de “quero-quero da vitrine” e, também, para evitar escândalos, eu era presenteada com um produto de minha escolha. Era dizer, pegar e ficar feliz durante o resto da manhã.

Como nunca fui dessas crianças de comportamento exemplar e como as vogais já dançavam sobre meus olhos, resolvi arriscar: “hoje eu quero uma coisa que começa com O. E vocês têm que adivinhar”.

Consumidora compulsiva do bombom Ouro Branco, ninguém pestanejou:  “Não!”. Ovomaltine… “Não!”. Ovo… “Não!”. E, assim, as negações se sucederam.

Quase duas horas depois de ter iniciado as compras e prestes a ir para a fila do caixa, recebi uma advertência: ou eu dizia o que queria ou ia para casa sem o prêmio. “Começa com O, adivinha!”.

Sem disfarçar meu pranto, ouvia palavra após palavra sem a menor possibilidade de acerto. “Fala agora ou vai pro carro!”. O produto começava com O. Nem ela, nem a atendente, nem os empacotadores, o açougueiro, as empregadas ou a cidade inteira que estava atrás, na fila, podia adivinhar.

Já no carro, de bico na boca e olhos inchados, vi os pacotes fazerem volume no porta malas, jogando-se, apressados, das mãos dos ajudantes do supermercado. Minha avó, mais que irritada, se vira pela última vez e fala: “Perdeu a chance! Não falou, ficou sem. O que era?”

– Um ORGUTINHO, vó… um OR-GU-TI-NHO… como é que não adivinhou?

Entry filed under: Perplexidades. Tags: .

Hoje eu tô aqui Delivery ®

32 Comentários Add your own

  • 1. Rafael  |  28/09/2009 às 12:48 PM

    hahahahahahhahaha

    Eu dizia ERGUTE!

    Responder
  • 2. CARLOS SOARES  |  28/09/2009 às 1:16 PM

    rs rs.. que gracinha.Mas eu não deixaria sem o orgutinho.Que maldade!

    Responder
  • 3. Marininha  |  28/09/2009 às 1:22 PM

    MARGOLIS!!!! hahahahahahahaha… quando é que tu vai contar a história do tigre?????

    Responder
  • 4. Little Cure  |  28/09/2009 às 2:06 PM

    ORGUTINHO foi demais!!! rs
    Gostei da histórinha!
    Bjssss

    Responder
  • 5. Régis Antônio Coimbra  |  28/09/2009 às 2:14 PM

    Um místico ou algo assim diria que era uma prefiguração do orkut como preferência brasileira que levou tantos a mesmo depois de crescidos a se referirem a iogurte com criativas variações prosódicas. Eu lembro de uma “amiga” que tinha certo rancor contra o próprio nome, o qual, por muitos anos, fora-lhe motivo de constrangimento, pois não conseguia pronunciar corretamente.

    Eu tenho três nomes prontos para eventuais filhos que eu venha a ter. Confesso que tem certo efeito anti-concepcional.

    Com minha relativamente recente penúltima namorada acalentei por anos o doce sonho (ou ameaça) de uma filha que se chamaria Clitmnestra. Com a ex-namorada seguinte, por alguns (poucos) meses, vivi uma proliferação de filhos imaginários.

    Por efeito de recente leitura dela de “Grande Sertão: veredas”, do João Guimarães Rosa, volta e meia ela usava o nome “Hermógenes” do, digamos, vilão, para se referir a certas atitudes minhas. Isso me fez pegar simpatia por esse nome tão associado a mim, e “Hermogenes” se tornou um forte candidato a nome de um possível filho do sexo masculino. E, entusiasmado, logo ocorreu-me outro nome, que tinha inclusive a vantagem de se poder aplicar tanto a menino quanto a menina: “Palestra”.

    Acho que “Hermogenes” não apresenta maiores dificuldades de pronúncia, “Palestra” envolve alguma dificuldade e “Clitemnestra”, a princípio, pode envolver severas dificuldades. Confesso que meu primeiro prenome algumas vezes deixou-me confuso, talvez pela diversidade de “erres” usados cá no Rio Grande do Sul, uns mais guturas, outros mais palatais. Ainda na sexta-feira, acompanhando um amigo até o Colégio Nossa Senhora das Dores, onde estudei e onde esse amigo foi buscar o filho, notei a dificuldade do menino, de uns 5 anos, para dizer meu nome. Reconheceu-me… mas chamou-me de Jérris.

    Talvez o truque seja dar um nome composto, com um bem simples e o outro bem bonito (para meu gosto). Algo como “Ah Clitemnestra”, “Bê Hermógenes” e “Cê Palestra”. Se bem que esses prenomes que parecem conceitos escolares poderiam gerar desequilibradas auto-imagens ou auto-estimas. Então, uma alternativa foneticamente confortável seria recorrer a hipocorísticos consagrados, resultando em algo como “Nina Clitemnestra”, “Beto Hermógenes” e “Nana/Lelo Palestra”.

    Uma conhecida sugeriu uma alternativa que, em termos menos radicais daria outro nome peculiar mas de difícil pronúncia: vasectomia, sem aspas nem inicial maiúscula. Desse modo, diante da improvável oportunidade que Machado de Assis deu a Brás Cubas, antecipo desde já: não leguei nossa miséria (e nenhum nome ridículo) a nenhuma criatura. Aliás… minto, pois tive um cachorro que chamei Banatchec e um gato que nomeei Fritz, quando eu tinha entre 5 e 7 anos… e morava ali perto do já referido Colégio das Dores. Pouco antes (dos 3 aos 4 anos) morara próximo à “dorroviária”, como me referia à rodoviária.

    Em tempo: o centro de Porto Alegre, notadamente ali entre o Colégio das Dores e a Usina do Gazômetro, tem para mim jeito de cidade do interior.

    Responder
  • 6. marjoriebier  |  28/09/2009 às 2:20 PM

    Meus gatos: Dorotheia, Kinda Cristina, Tião Macalé e Zebedeu… nomes são meu forte tb! rsrsrsrs…

    Responder
  • 7. Talita Prates  |  28/09/2009 às 3:22 PM

    Hahahahahaha, ficou difícil!
    Bjo.

    Responder
  • 8. Miss  |  28/09/2009 às 3:36 PM

    kkkkkkkk As crianças e seus próprios mundos!😉
    Adorei!

    Querida, beijos e ótima semana pra ti! Obrigada pela visita e pelo lindo comentário lá no blog!

    ;***

    Responder
  • 9. Marcelo Cruz  |  28/09/2009 às 4:05 PM

    rsrsrsrs… Marjorie, Marjorie… essa mulher é um universo!

    Responder
  • 10. Enrico  |  28/09/2009 às 4:46 PM

    Oooora… ela só queria um orgutizinho… ahahahahahaha… ri muito, nega!

    Responder
  • 11. Gian Fabra  |  28/09/2009 às 4:50 PM

    à sua incrível habilidade de produzir sorrisos,
    palmas

    Responder
  • 12. marjoriebier  |  28/09/2009 às 4:57 PM

    =}

    À sua tb!

    Responder
  • 13. Fábio Zen  |  28/09/2009 às 5:42 PM

    Fofis!!!

    Responder
  • 14. marjoriebier  |  28/09/2009 às 6:46 PM

    Fofis é digno de clap tb! rsrsrs

    Responder
  • 15. Roberto  |  28/09/2009 às 6:54 PM

    Que vontade de encher de beliscão, hahaha……ótimo!!

    Responder
  • 16. marjoriebier  |  28/09/2009 às 6:56 PM

    rsrsrsrs… como bem vês, Roberto, eu era um anjo!!!

    Responder
  • 17. Luana  |  28/09/2009 às 7:43 PM

    Que graça!!! Uma mulher cheia de histórias é sempre uma alegria para as pessoas.

    Responder
  • 18. Marevolto  |  28/09/2009 às 7:52 PM

    Boa crônica, esse teu orgutinho. Tenho um amigo chamado Margutinho. Não seriam parentes? Mar, eu constumo ler os outros comentários. Que pena boa é o Régis! Se ele soubesse que meu primeiro nome é Crenolbe, daria esse nome para que tipo de criatura?

    Responder
  • 19. marjoriebier  |  28/09/2009 às 8:08 PM

    hahahahahahahahahaha!!!!

    Mário… deixe estar que a fonte há de secar!!!!

    Responder
  • 20. Sidnei Olivio  |  28/09/2009 às 10:05 PM

    Tb. passeei por aqui e tb. vi estrelas do céu da boca. Obrigado pela visita no Concretos… Abs.

    Responder
  • 21. Zé Dylan Walker  |  28/09/2009 às 11:57 PM

    Ohh! Que lindinha!

    Bj!

    Responder
  • 22. Rafaela  |  29/09/2009 às 12:02 AM

    hahahahahaha
    muito cabeçuda mesmo!

    *de mim, com a minha mãe, foi o caso do biscoito de “‘manteguinha’ rosa”!
    q ela levou horas pra decifrar: era, simplesmente, referência ao recheio de morango!!! ah, era tão óbvio… =P rs

    =*

    Responder
  • 23. marjoriebier  |  29/09/2009 às 12:05 AM

    Zé…

    =*

    Rafa…

    Tb achava óbvio meu orgutinho… tsc!
    rsrsrsrs

    Responder
  • 24. Rafaela  |  29/09/2009 às 12:07 AM

    detalhe q até hj sou viciada em biscoitos recheados de morango!!! *-*
    trakinas então… hummm! rs

    Responder
  • 25. marjoriebier  |  29/09/2009 às 12:09 AM

    COISA BOOOOOOOOAAAAAAAAA!!!!!

    Trakinas com iogurte de morango no copo, em tarde de chuva!

    Eeeeeiiitttaaaa!!!!

    Responder
  • 26. Rafaela  |  29/09/2009 às 12:10 AM

    aiiiiiiiiii, g O r d a s !!!!!!!!!! hahahaha
    [sente a exploração ‘signística’!]

    Responder
  • 27. Edith Janete Schaefer  |  29/09/2009 às 12:57 AM

    Imaginei tu garotinha falando “orgutinho”! Devias ser uma fofucha!
    Minha filha falava ólface… morri de rir qd ela discutiu comigo que não gostava de óooolface… e eu: Alface jéssica!! E ela: Não!!! Óoooolface!

    Responder
  • 28. Ricardo Valente  |  29/09/2009 às 1:41 PM

    Mimosinha… merece um beijo até depois de grande!
    Beijo!

    Responder
  • 29. Roberto  |  01/10/2009 às 1:01 AM

    Criatura, de onde foi que tu saiu, ORGUTINHO, estou rindo até agora. E o Pior, estava eu parado em pleno centro, fardado, no horário de pico, tentando fazer aquela cara de mau quando me vem esse maldito ORGUTINHO, por sorte a viatura estava no lado, onde pude me esconder para tentar conter a crise de riso, ORGUTINHO. Não sei se te amo ou te mato.

    Responder
  • 30. marjoriebier  |  01/10/2009 às 1:11 AM

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!

    Quase dá uma música do Sidney Magal!!!!

    Responder
  • 31. Baxa  |  02/10/2009 às 7:28 PM

    Eu adorei! Mas eu dizia ergute também heheheh, adoro teus textos cumadi! Queria tempo pra escrever, como escrevia…hora dessas também me agarro…

    Responder
  • 32. ilcimara  |  19/10/2009 às 11:22 AM

    te adoro te desejo toda felicidade do mndo que deus te proteje

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: