Meu querido desconhecido ®

28/07/2009 at 12:29 PM 3 comentários

Estranho, passou por mim pela calçada com um casaco que jamais usaria… e um boné. Você, que tinha os cabelos sempre tão limpos e cujas roupas eu dobrava todas, passou por mim e me olhou com olhos rápidos. Da mesma cor que antes, mas eram olhos outros. Aqueles que viram dores durante o nosso tempo separado. Era você mesmo, era eu, mas éramos tão distantes de nós, tão frios diante do nosso desconhecimento mútuo. Você que tanto amei. Você que tanto me amou, que trocamos beijos longos e loucos e cujas cicatrizes eu lambi. Você que me foi tão secreto e que por anos também me traduziu. Estranhos. Hoje nos encontramos como se não houvesse passado. Você, de cabeça baixa, fez um sinal educado. Eu, desconcertada, fiz que não tinha importância.

Anúncios

Entry filed under: Perplexidades.

Um recado após o sinal ® Não, obrigada. ®

3 Comentários Add your own

  • 1. Marininha  |  28/07/2009 às 5:14 PM

    Bah! L´etranger…

    Responder
  • 2. Mariana Cadore  |  28/07/2009 às 8:51 PM

    Nos eternamente se descobrindo.
    Os outros para nos:
    Eternamente descoberta

    bjs

    Responder
  • 3. Ricardo  |  29/07/2009 às 9:34 PM

    As pessoas são imutáveis, as urgências que modificam-se…é tão simples !

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: