Vírgulas ®

21/06/2009 at 3:16 PM 1 comentário

Por algum motivo mágico e/ou biológico, algumas das suas palavras chegaram à minha leitura. Sei que não são para mim, mas para alguém meu muito íntimo, ainda no futuro. Sempre é no tempo, fundo no corpo… Os mil beijos de sempre vou consumí-los todos hoje, com doce de amor e de madrugada imaginária. Terão sido dois mil, dois mil e pouco. Descansando, terei mais amanhã. Entre vírgulas, a respiração continua sem palavras.

Anúncios

Entry filed under: Perplexidades.

Noturno ® Gotas ®

1 Comentário Add your own

  • 1. Marininha  |  22/06/2009 às 7:59 PM

    “Entre vírgulas, a respiração continua sem palavras.”
    CARAMBAAA!!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Sigam-me os bons!


%d blogueiros gostam disto: